últimas notícias

Esportes

1 11/06/2019 07:50

O Canadá começou o caminho em busca do título Mundial inédito com uma vitória sobre Camarões por 1 a 0, nesta segunda-feira, em Montpellier. O gol canadense foi marcado pela zagueira Buchanan, de cabeça. Em um dia em que o favorito Japão foi parado pela Argentina, o Canadá espantou a zebra e venceu sua estreia sem sustos.

Apesar de Camarões se mostrar corajoso no início da partida, logo a superioridade técnica das canadenses fez a diferença e o time dominou boa parte do jogo. Por falta de pontaria, a seleção norte-americana não ganhou por um placar mais elástico.

Pela segunda rodada da fase de grupos, o Canadá vai encarar a Nova Zelândia, no sábado (15), enquanto Camarões duela com a Holanda, no mesmo dia.

Fugindo das expectativas iniciais, foi Camarões quem começou o jogo com mais intensidade e pressionando o adversário, que ficou no sufoco nos primeiros minutos e aos poucos foi conseguindo segurar mais a bola, inibindo as chegadas das africanas. E foi o Canadá quem conseguiu a primeira chance clara de gol, com Beckie pegando rebote na área e mandando para fora.

Depois do lance perigoso, a seleção canadense passou a ter mais posse de bola e rondar a área de Camarões com mais frequência. Sinclair e Prince tiveram chances de abrir o placar, mas também desperdiçaram. Eventualmente, as camaronesas buscavam contra-ataques, mas também pecavam nas finalizações, sem dar sustos na goleira Labbé.

Nos últimos minutos, no entanto, o Canadá resolveu pressionar mais e teve uma boa chance aos 42 minutos. Após boa bola enfiada pela esquerda, Chapman cruza e Prince manda de primeira. Com um desvio da zaga, a bola ainda bate na trave antes de ir para a linha de fundo. O lance resultou no escanteio que abriu o placar. Beckie cobrou e Buchanan subiu sozinha para mandar para o fundo da rede.

No segundo tempo, a seleção canadense começou mais ligada e buscando ampliar o placar, mas a pontaria não ajudava e Camarões se segurava para não ter uma desvantagem ainda maior. Nos contra-ataques, as africanas não conseguiam encaixar o último passe e pouco ameaçavam a goleira adversária.

Apesar de não conseguir chegar com grande perigo à área de Ndom, o Canadá mantinha segurança na parte defensiva e deu pouco espaço para Camarões se impor no ataque. Repetindo o primeiro tempo, os minutos finais da segunda etapa foram de pressão canadense. Foi por muito pouco que Sinclair e Zadorsky não ampliam no finalzinho.

Gazeta Esportiva







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.