últimas notícias

Esportes

1 15/07/2019 10:00

A seleção brasileira masculina de vôlei fechou a sua participação na Liga das Nações em quarto lugar. Neste domingo (14), um dia após cair nas semifinais para os Estados Unidos no tie-break, a equipe ofereceu pouca resistência e perdeu para a Polônia por 3 sets a 0, com parciais de 25/17, 25/23 e 25/21.

Mais preocupada com a disputa do Pré-Olímpico, a Polônia participou da fase final da Liga das Nações com um time misto. E após cair para a Rússia nas semifinais, no sábado, nem contou na disputa do terceiro lugar com o técnico belga Vital Heynen, sendo comandada pelo assistente Jakub Bednaruk.

Melhor equipe da fase de classificação da Liga das Nações com 14 vitórias em 15 jogos, a seleção não repetiu esse rendimento na etapa final, tanto que avançou às semifinais após uma derrota (3 a 1) para a Polônia e um triunfo (3 a 2) sobre o Irã. E não resistiu aos norte-americanos na noite de sábado.

Neste domingo (14), Bartosz Bednorz liderou o triunfo polonês com 23 pontos, enquanto o oposto Alan fez oito pela equipe nacional. O técnico Renan Dal Zotro escalou a seleção com Cachopa, Wallace, Flávio, Lucão, Lucarelli e Leal, além de ter utilizado os líberos Thales e Maique. Já Bruninho, Alan, Maurício Borges, Douglas Souza e Eder entraram durante o confronto.

O Brasil até teve um começo promissor na partida, mas que foi minado pelos erros na recepção e também pela ótima atuação de Bednorz. Renan tentou mudar o jogo com a entrada de Bruninho, mas a equipe foi facilmente batida por 25/17 na primeira parcial.

No segundo set, os poloneses voltaram a liderar o placar, apoiados em Bednorz. Após a entrada de Douglas Souza, a seleção reagiu e chegou a empatar o placar em 21 a 21. Mas a Polônia aproveitou os erros do Brasil para triunfar novamente, por 25 a 23. 

O terceiro set foi equilibrado, com as equipes se revezando na liderança do placar. No fim, passagem de Éder pelo saque deu esperanças de vitória ao Brasil, mas Bednorz voltou a fazer a diferença para os poloneses, que venceram por 25 a 21, garantindo o terceiro lugar da Liga das Nações. 

"Hoje não tivemos uma boa atuação. O nosso espírito não foi correto para disputar uma final de terceiro lugar. Queríamos estar na decisão do ouro, mas tínhamos que ter tido uma outra atitude na partida de hoje. Não podemos deixar isso acontecer no futuro. Teremos que crescer muito tecnicamente. Deu para ver nessa Liga das Nações que o nível das seleções está muito alto e precisamos nos reinventar no futuro. Vamos treinar muito para ganharmos confiança para a disputa do Pré-Olímpico", afirmou Bruninho.

O foco da seleção agora se volta para o Pré-Olímpico, de 9 a 11 de agosto, quando a equipe vai enfrentar a anfitriã Bulgária, o Egito e Porto Rico. O time vencedor do quadrangular estará garantido nos Jogos de Tóquio, em 2020. O Brasil também participará do Pan, mas com um time B, comandado pelo auxiliar Marcelo Fronckowiak. Em Lima, a disputa do vôlei será de 2 a 11 de agosto.

Correio







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.