Notícias

1 23/03/2019 08:00

A elevação do nível de risco ocorreu após estudos de segurança na barragem a pedido da Vale, administradora da barragem. Sirenes soaram em alerta

Moradores de Barão de Cocais, em Minas Gerais, começaram a evacuar a cidade, aparavorados com o barulho das sirenes que tocaram na noite de ontem, sexta-feira (22/3) no local.

Pelas redes sociais, já circulam vídeos mostrando o momento em que as pessoas começam a deixar suas casas.

O risco real de rompimento da barragem Sul Superior da mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais, na região Central de Minas, levou as autoridades locais a soarem as sirenes de alerta às 21h30 de ontem, sexta-feira (22/3).

Devido à situação de colapso, a estrutura passou do nível 2 para o nível 3, o mais elevado, e alguns moradores da zona rural já foram retirados de suas casas.

De acordo com o tenente-coronel Flávio Godinho, porta-voz da Defesa Civil de Minas Gerais, a situação é preocupante. “O risco de rompimento é real. Ela pode se romper a qualquer momento, agora ou amanhã, ou nem se romper”, afirmou,  durante entrevista coletiva.

“Não houve o rompimento, mas podemos dizer que há o risco iminente, o risco de rompimento é real”, afirmou.

A decisão de aumentar o nível de risco da estrutura foi tomada após a Vale, responsável pela barragem, apresentar durante reunião com representantes de Defesa Civil de Minas Gerais, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Ministério Público de Minas Gerais, Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) e Agência Nacional de Mineração (ANM), laudos de uma empresa de consultoria que apontaram maior risco de colapso da estrutura. A empresa adotou critérios mais conservadores para avaliar os riscos, segundo Godinho.

*As informações são de O Tempo

 







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.