Notícias

1 20/06/2019 17:00

Cristina Pita

Após a polêmica em torno da proibição de “instalação” de coolers, isopores ou similares no circuito do São João, durante os festejos juninos em Santo Antônio de Jesus, o Ministério Público da Bahia indeferiu a solicitação para apurar a regularidade sobre o veto proposto pela Prefeitura, que acatou orientação da Defesa Civil Municipal e do 14° Batalhão da Polícia Militar.

Segundo a Defesa Civil e a PM,  a proibição de ingresso no espaço do evento portando coolers, isopores ou outros recipientes de bebidas e condimentos, tem por objetivo evitar que tais recipientes e objetos sejam utilizados para transporte de armas, drogas ou qualquer objeto que possa ser utilizado para prejudicar e/ou agredir os cidadãos, bem como atrapalhar uma possível evacuação emergencial.

De acordo com a decisão da promotora de Justiça substituta, Karina da Silva Santos, o MP verificou 'que o objetivo da referida proibição é zelar pela integridade física e moral da população, fazendo com que todo o desenrolar das festividades ocorra com tranquilidade, buscando evitar assim qualquer açáo delituosa, o que justifica a proibição de acesso à área do evento do São João 2019, nesta cidade, portanto coolers, isopores ou recipientes de bebidas e condicionamentos'.

Na ação o MP cita que 'o evento em homenagem a São João em Santo António de Jesus ultrapassou as barreiras da região e tornou-se um evento nacional, sendo que para este ano o público estimado é de aproximadamente 100.000 (cem mil) pessoas no espaço delimitado para a festa. Dessa forma, torna-se imprescindível a preocupação e regulamentação por parte dos órgãos de segurança pública e da Prefeitura com a segurança dos frequentadores da festa'.

CONFIRA CÓPIA DA DECISÃO DO MP







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.