Notícias

1 18/07/2019 10:55

Número de novos assinantes pagos entre abril e junho foi quase metade dos 5 milhões projetados pela plataforma de streaming

Apesar do estrondoso sucesso de séries como “Strange Things”, “La Casa de Papel” e tantos outros, a Netflix registrou uma queda de 29,7% dos lucros líquidos neste primeiro trimestre, em relação ao mesmo período em 2018. O número caiu de US$ 384 milhões para R$ 271 milhões – o correspondente a US$ 0,60 por ação.

A disparidade entre o número de novos assinantes projetados pela empresa e a soma final foi grande: quase 50%. Enquanto a Netflix previa que 5 milhões usuários pagos adquirissem o serviço, entre abril e junho de 2019 foram 2,7 milhões de assinaturas.

De acordo com o Valor Notícia, a Netflix, pioneira no ramo, não atribui a queda a uma competição mercadológica, visto que tem crescido o número de serviços semelhantes disponíveis na web, mas sim ao aumento no preço da mensalidade:

“Nós não acreditamos que a competição foi um fator, já que não houve mudança material no cenário competitivo durante o segundo trimestre, e a nossa penetração é variada em todas as regiões”.

Os prognósticos para o fim do ano, no entanto, são melhores. A previsão para último trimestre de 2019, de acordo com estatísticas da empresa, é de que haja um crescimento de 7 milhões de assinantes pagos, 1,1 milhão a mais do que o terceiro trimestre de 2018.

 

*Bahia.Ba







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.