últimas notícias

Notícias

1 11/10/2019 21:36

A moradia improvisada tem dois cômodos separados por madeira, chão batido, não tem instalação elétrica ou água encanada.

Uma família composta de cinco pessoas (pai, mãe e três crianças), esta morando a aproximadamente duas semanas em condições insalubres num barraco de madeira coberto com lona plástica no bairro Jardim Burundanga, em Canavieiras, sul da Bahia.

Joelma Ferreira dos Santos de 30 anos, contou à Costa Sul FM que se mudou com o marido e os três filhos (um menino e duas meninas), para o local desde que o cônjuge "perdeu" o emprego de trabalhador rural em uma fazenda do município. Eles resolveram se mudar para zona urbana em busca de uma vida melhor, porém as coisas só pioraram.

Durante algum tempo a família morou com a mãe de Joelma; depois foram morar de favor em uma casa cedida por conhecidos até ganharem um pequeno terreno onde ergueram com a ajuda de voluntários a moradia improvisada.

O barraco tem dois cômodos separados por madeira, chão batido, não tem instalação elétrica ou água encanada; duas camas (uma de casal e outra de solteiro), não tem geladeira, TV, eletrodoméstico ou eletrônico, nem fogão; a dona de casa usa uma lata revestida com argila e lenha para cozinhar.

Barraco de mdeira e lona - Foto: Hudson Moura

Segundo a mulher, os filhos não estão estudando, pois ainda não conseguiram transferência escolar, e por falta de frequência o benefício social do bolsa família no valor de R$ 446,00 (quatrocentos e quarenta e seis reais), uma média de R$ 89,20 (oitenta e nove reais e vinte centavos), por pessoa foi "cortado".

Joelma relatou sofrer de problemas cardíacos e várias outros doenças a exemplo de úlcera varicosa, hérnia na ragião do abdomem e até convulções, por isso, faz uso de medicamento controlado; o marido sofre com asma, bronquite e problemas auditivos.

Ainda segundo Joelma, apesar de ela já ter ido procurar a Secretaria da Assistência Social de Canavieiras, em busca do auxilio do aluguel social, até o momento nada foi feito para resolver o problema.

O Aluguel Social é um recurso assistencial mensal destinado a atender, em caráter de urgência, famílias que se encontram sem moradia. Em Canavieiras, o subsídio é concedido por período de três meses e a depender da situação pode ser prorrogado por mais três. A família beneficiada recebe em média R$ 300,00 (trezentos), reais equivalente ao custo de um aluguel popular.

Sem ter de onde tirar dinheiro para se sustentar, todos estão vivendo de donativos. Os voluntários se sensibilizaram com a situação da família e levaram doações de roupas, alimentos, brinquedos e até material de construção. No entanto, contaram que o principal objetivo é tentar construir uma casa para eles.

A história de Joelma e sua família foi contada por ela e exibida nesta sexta-feira (11), no programa Jornal Costa Sul, até o fechamento da matéria a da Assistência Social de Canavieiras, não se manifestou sobre o assunto.

 

Costa Sul FM







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.