Notícias

1 18/11/2019 13:46

O festival gastronômico do caranguejo realizado em Canavieiras, sul da Bahia, no ultimo fim de semana feriado prologado, dias 15, 16 e 17 de novembro, respectivamente, não alcançou a expectativa esperada, é o que falam ambulantes e foliões.

A falta de planejamento por parte do poder publico municipal gerou reclamação de artistas, ambulantes, nativos e turistas.

O cantor, compositor e violeiro Xangai que se apresentou na noite de sexta-feira (15), primeiro dia de festa, questionou varias vezes a qualidade do serviço de som no palco principal. O artista reclamou da falta de retorno, microfonias, ruídos e o excesso de agudo no violão durante a sua apresentação.

Em vídeo que circulam nas redes sociais, ainda durante o show de Xangai o prefeito Dr. Almeida (PROS), subiu ao palco, pegou o microfone e discursou sobre o ato de vandalismo cometido contra o monumento do Caranguejo na Praia da costa.

“A oposição maligna, os bandidos, simplesmente pegaram o caranguejo tiraram lá do pedestal, jogaram no chão e quebraram a puã”.

Durante a fala do prefeito, o artista desceu do palco, não foi possível identificar nas imagens se ele retornou para finalizar sua apresentação.

No sábado (16), segundo dia de evento, marisqueiras e pescadores realizaram um protesto no Sítio Histórico, local do Festival Gastronômico.  Segundo os manifestantes, Almeida, priorizou o camarão da carcinicultura (técnica de criação de camarões em viveiros) e deixou o camarão pescado no mar do município pela primeira vez de fora da festa.

Os vendedores ambulantes reclamaram das atrações, da disposição do palco principal que ficou distante da área onde tradicionalmente são realizados as apresentações dos artistas (Porto Grande) e também questionaram o horário de encerramento da festa que não ultrapassava as 02:30h da manhã (na madrugada de domingo para esta segunda-feira, os aparelhos sonoros dos bares e barracas foram desligados por volta de 01:00), mas a maior reclamação entre os vendedores foi de não conseguir vender o esperado como em outros festivais já ocorrido na Cidade.

A Costa Sul FM com conversou com a ambulante Marcia Couto, ela relatou a reportagem que não conseguiu vender R$ 1.000,00 (mil) reais nos três dias de festa.

“Paguei R$ R$ 50,00 (cinquenta reais), pelo ponto e mesmo me esforçando muito não consegui vender R$ 1.000,00 (mil), reais em três dias, isso é um absurdo”, reclamou.

A Polícia ainda não divulgou o balanço com o numero de ocorrências registradas nos três dias de festival.

 

Costa Sul FM







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.