Notícias

1 10/12/2019 15:39

O Ministério Público afirma que o prefeito Dr. Almeida contratou e nomeou 31 servidores à revelia da legislação e sem concurso público.

Por decisão da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o prefeito de Canavieiras, Clóvis Roberto Almeida de Souza (PROS), se torna réu numa ação de crime de responsabilidade. A decisão foi proferida nesta terça-feira (10), após acatar a propositura de ação de autoria do Ministério Público do Estado da Bahia, acusando o prefeito Dr. Almeida, como o político é conhecido, de irregularidades na contratação de funcionários públicos.

Na ação, o Ministério Público afirma que o prefeito Dr. Almeida contratou e nomeou 31 servidores à revelia da legislação e sem concurso público. No entendimento dos membros da Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Bahia, existe um conjunto de provas satisfatórias para abertura da ação penal.

Até o fechamento da matéria o gestor não havia se posicionado a respeito da denúncia.

 

Fonte:  Cia da Notícia







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.