últimas notícias

Colunas

1 16/06/2020 15:12

Que tal você se comparar a uma empresa?  As entradas de dinheiro seriam seu faturamento e as saídas, seu gasto.  Essa empresa chamar-se-ia “Sua Vida”, e, no final do mês, deveria alcançar seu objetivo com lucro.  Para quem ganha muito, gasta bastante e ainda sobra, é fácil.  Mas essa seria a sua realidade?  Não é a minha e nem a da maioria da população.  Há também aqueles que ganham bastante e passam dificuldades no final do mês; isso por falta de controle e conhecimento de seus gastos.  Vamos saber mais para a “Sua Vida” ser um sucesso?

Sempre que você compra algo (produto ou serviço), você gasta; e desembolsa quando paga o gasto.  Portanto, para que o dinheiro não desapareça, você deve vigiar o seu gasto.  Não considere o fato de gastar e não pagar, pois compromisso assumido deve ser honrado.  O significado de gasto é amplo e sua classificação em custo, despesa, perda ou investimento dependerá de como o dinheiro foi utilizado.  Esses termos são utilizados por contadores.  Contudo, como agora você é uma “empresa”, precisa saber o que eles significam para atingir a sua meta. 

Custo é o gasto com o essencial para sobreviver, como comprar arroz no mercado.  Despesa é o gasto para viver, tal qual comprar arroz no restaurante.  A diferença é que você não sobrevive sem comida; mas sem restaurante, sim.  É por isso que nesta pandemia da COVID-19 os mercados estão abertos e os restaurantes não.  Viu como a diferença é pequena entre custo e despesa?  Varia de pessoa para pessoa, e o mesmo ocorre com as empresas.  Para distingui-los, pergunte-se: posso ficar sem “isso”?  Se a resposta for “sim”, “isso” será uma despesa.  Entretanto, caso diga “não”, “isso” será um custo.  O custo você pode diminuir, mas ele não deixará de existir.  Já a despesa pode ser contida ou cortada.  Veja seus gastos e separe o que foi custo de despesa; você pode reduzir ou eliminar algo?

Agora digamos que você vacilou e acabou comprando arroz além do que necessitava no mercado ou restaurante e ele estragou; em que tipo de gasto esse arroz transformou-se?  Em perda!   Sinal vermelho, isso quer dizer que você está jogando dinheiro no lixo!  E qual seria o melhor tipo de gasto? O investimento, uma vez que esse gasto gera expectativa de retorno no futuro; como quando você compra um terreno e planta arroz para vender, por exemplo. Portanto, ao contrário da perda, o investimento deve ocorrer sempre que possível.

Analisando a empresa “Sua Vida”, agrupe seus gastos por tipo e responda: você está gastando mais com custo ou despesa?  Houve desembolso com perda?  E com investimento?  “Sua Vida” está gerando lucro?  Se sim, em que tipo de gasto você destina esse resultado positivo?  Revise seus desembolsos e verifique como você pode melhorar seus números.  Aproveite e faça seu planejamento orçamentário por tipo de gasto.  Na próxima semana você verá onde os brasileiros destinam o extra que ganham, e assim poderá comparar com a sua decisão.  Uma ótima semana!


Categorias

 Meu DinDin - Como realizar seus sonhos 






Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.