Notícias

1 07/11/2019 16:41

Cristina PIta

Uma tartaruga marinha foi resgatada após ser ferida gravemente com golpes de arpão na Praia do Guaibim, em Valença, no baixo sul da Bahia. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma), em parceria com o Ministério Público da Bahia, de Valença, resgataram a tartaruga durante operação de monitoramento e limpeza da Praia do Guaibim, realizada nesta quinta-feira (7/11).

Segundo informações do secretário do Meio Ambiente da Prefeitura de Valença, engenheiro Ivan Pita, a tartaruga foi resgatada viva, mas ferida. "Infelizmente estava com marcas de arpão. Não tinha manchas de óleo", disse. A tartaruga será devolvida ao seu habitat natural, após os cuidados necessários.

A Lei dos Crimes contra o Meio Ambiente estabelece pena de detenção e multa de R$ 5 mil para quem matar, perseguir, caçar, apanhar ou utilizar espécimes da fauna silvestre, sem a devida licença ou autorização. Também é crime consumir carne e ovos de tartarugas marinhas e impedir a sua procriação. A pena ser aumentada por se tratar de espécie ameaçada de extinção.

O Ibama orienta que tartarugas avistadas em praias não devem ser incomodadas. É preciso respeitar o caminho utilizado pelos animais desde o mar até a praia, não tirar fotos com flash, não usar focos de luz ou lanternas e não fazer fogueiras nas praias.

O cidadão pode denunciar a pesca predatória e outros crimes ambientais na região de Valença ligara para SEMMA (75) 3641-8643 / Ministério Público de Valença (75) 3641-1812 / IBAMA - BA (71) 3172-1650.

 VEJA







Av. Rio Branco, nº 741- Centro - Canavieiras/BA. CEP - 45.860-000
Tel.: (73) 3284-3905 | 9 9900-9930 (Whatsapp) - A Comunicação na Era Digital
© 2010 - Rádio Costa Sul FM - Todos os direitos reservados.